quarta-feira, 15 de maio de 2013

DISSERTAÇÃO PARA O ENEM E PARA O VESTIBULAR

As inscrições para o Enem 2013 estão abertas desde a última segunda-feira dia 13/05. É preciso ficar muito atento pois as inscrições se encerram às 23h59min do dia 27/05/2013. Estão automaticamente isentos do pagamento da taxa de inscrição, que custa R$ 35,00, somente os alunos matriculados na rede pública de ensino que concluirão o terceiro ano do ensino médio esse ano. 
O ministro Aluísio Mercadante anunciou que a correção das redações terão novas regras para esse ano. Esse é um bom momento para revisarmos um pouco desse componente curricular tão temido no exame, a redação. Veja a postagem abaixo, ela traz algumas dicas do tipo de redação cobrada no Enem. Faça a sua inscrição, estude e boa prova. 

O TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO

 O texto dissertativo-argumentativo é aquele no qual o autor defende um ponto de vista (tese) sobre determinado assunto (tema). Para isso é preciso, no entanto, não só que o aluno conheça bem esse gênero textual, como também que tenha o que dizer na redação. O que você saberia dizer sobre O MOVIMENTO IMIGRATÓRIO PARA O BRASIL O SÉCULO XXI? Esse foi o tema da redação do Enem cobrado na prova do dia 04/10/12, domingo. Manter-se bem informado sobre o que acontece no Brasil e no mundo é também uma forma de se preparar para o vestibular.

LIMITAÇÃO DO TEMPO:
 Desde que o estudante é promovido para o Ensino Médio, a possibilidade de ingressar em uma faculdade começa a ser um assunto bastante relevante. O Enem e os vestibulares, com seu poder de selecionar quem conquistará as vagas mais procuradas no Ensino Superior, assustam muitos alunos. O fato de, após tantos meses ou anos de preparação, o sucesso de cada candidato depender do desempenho em algumas horas de exames é visto como um intenso fator de pressão.
Essa situação de produção é determinante para a dissertação para o Enem e o vestibular. Como o tempo entre conhecer a proposta e o tema da dissertação e finalizar o texto é restrito, leva vantagem o estudante que estiver habituado – como um músico bem ensaiado ou um atleta bem treinado – a todas as principais tarefas envolvidas nesse processo.
É preciso desenvolver a capacidade de organização e planejamento para bom uso desse tempo, o que envolve mais que o domínio da técnica de construção de texto. O Enem e os exames vestibulares em geral avaliam nos estudantes não apenas sua habilidade para escrever textos e formular raciocínios, mas também o alcance de sua compreensão do mundo. Evidentemente não é esperado que se saiba tudo de todos os assuntos, mas é indispensável informar-se. É preciso estar antenado ao que acontece, ao que sai no jornal, aos temas das conversas entre as pessoas. A dissertação é a melhor forma de avaliar o conhecimento do candidato sobre temas relevantes da atualidade e sua capacidade de articular conhecimentos.

ETAPAS DE ELABORAÇÃO DE UMA DISSERTAÇÃO:

Não dá para se fazer uma dissertação apenas olhando o tema e começando a escrever sem nenhuma reflexão sobre o assunto. A dissertação é um tipo de texto que possui uma forma fixa: introdução, desenvolvimento e conclusão. Todas essas partes devem estar devidamente separadas e articuladas através dos elementos de articulação, ou conectivos (conjunções, locuções conjuntivas, preposição, pronomes).  
Planejamento
Começa com a compreensão da proposta apresentada. Isso oferece uma abertura para a inspiração: estimula o desejo de participar do debate, com sua opinião. Além de compreender, é preciso refletir sobre o tema. Faça-se as seguintes perguntas: esse assunto tem relação com algum fato atual? Qual problema ético a ser debatido?
Nessa etapa do planejamento você deve criar um esquema da redação. Esse esquema pode ser feito através de um questionamento sobre o tema. Procure elaborar pelo menos cinco questões relativas ao tema.
Por exemplo:

ESQUEMA 1

TEMA: A Poluição Ambiental

  1. O que é poluição? (Introdução)
  2. Quais são os tipos de poluição?
  3. Quem é responsável por esse problema?
  4. O que as autoridades estão fazendo para solucionar esse problema?
  5. O que poderias ser feito? (conclusão)
Se você responder cada questão formulando um parágrafo de 5 linhas, terá uma redação com 25 linhas. O que já está de bom tamanho para qualquer vestibular.
Uma outra forma de se planejar uma redação, é se considerando os pontos negativos e os pontos positivos que envolvem determinada questão polêmica para se chegar a uma conclusão.
Por exemplo:

ESQUEMA 2
TEMA: A diminuição da maioridade penal de 18 para 16 anos resolveria o problema do menor infrator no Brasil?

  1. Quem são os menores infratores? (4 a 6 linhas) - Introdução
  2. O que a diminuição da maioridade penal para 16 anos traria de positivo? (5 a 8 linhas)
  3. O que a diminuição da maioridade penal para 16 anos traria de negativo? (5 a 8 linhas)
  4. Então, o que precisa ser feito para resolver esse problema? (5 a 6 linhas) – Conclusão 

Introdução
A introdução é o primeiro parágrafo do texto. Ela em geral contem a tese: o ponto de vista inicial do autor sobre o tema, expresso em uma frase. Pode ainda contextualizar, explicar ou relativizar esse ponto de vista inicial.
Veja um exemplo de introdução para o ESQUEMA 1.

   O meio ambiente é constantemente atingido pela ação do homem.  Isso pode acontecer em forma de poluição.  Apesar de se apresentar de várias maneiras diferentes, podemos dizer que poluição é tudo aquilo que agride o meio ambiente, tendo no homem o seu principal agente causador

(A parte sublinhada representa a tese do autor sobre o tema)
 Desenvolvimento
O desenvolvimento é uma sequência de argumentos construídos a partir de informações , dados de pesquisas, exemplos, testemunhos,  conhecimentos, etc. Para se buscar os argumentos adequados o autor deve usar de estratégias argumentativas. Essas estratégias argumentativas não devem ser confundidas com argumentos. As estratégias são os recursos de que o autor dispões para construir a credibilidade, a aceitabilidade e a identificação com o leitor no texto.

Algumas Estratégias Argumentativas Eficazes na Dissertação:
  1. Informações sobre notícias e temas atuais;
  2. Conhecimentos como: Literatura, história, linguística, medicina, tecnologia, geografia, filosofia, psicologia, jornalismo, antropologia, sociologia, pedagogia, política, etc.;
  3. Articulação de conceitos de diferentes áreas;
  4. Técnicas argumentativas como: silogismo, citação, oposições, refutação de ponto de vista adversário, etc.

Veja um possível desenvolvimento para o ESQUEMA 1:

    Essa agressão ambiental existe de diversas formas e todas elas são igualmente nocivas, não só ao meio ambiente, como também ao homem. Há comprovações científicas de que o som acima de 70 decibéis é prejudicial ao homem. Certos tipos de cores escuras, cinzas, causam depressão em determinadas pessoas. Os artistas plásticos usavam desses conhecimentos para demonstrar a angustia de uma guerra, por exemplo. O acumulo de lixo são agentes causadores de inúmeras doenças. Um ar impróprio para se respirar afeta gravemente o desenvolvimento de uma pessoa.  
    Engana-se quem pensa que poluir o meio ambiente seja apenas jogar lixo nas ruas, ou fazer uma grande queimada produzindo bastante gás carbônico. Na verdade, nas ações mais corriqueiras da vida esse mal pode estar presente. Quem ouve uma música alta enquanto faz seus afazeres domésticos, está poluindo. Quem deixa de renovar a pintura da fachada de sua casa, também está poluindo. Até mesmo quem tira o plástico de um bombom e não o coloca no recipiente  correto, está poluindo.
   Não se pode dizer que as autoridades estão caladas diante dessa situação. Inúmeras campanhas de conscientização são passadas nos canais de televisão. Programas educativos como passeio ecológico, agenda 21, coleta seletiva de lixo, são comum nas escolas. Mas isso tudo parece não surtir efeito, pois a impressão que se tem é que, a cada dia que passa, estamos vivendo em um mundo cada vez mais poluído.

Veja que o autor usou de diversas estratégias discursivas para dar credibilidade ao ponto de vista que ele está defendendo.

Conclusão:
Na conclusão da dissertação do Enem é preciso que se feche o texto apresentando uma proposta de intervenção da realidade.  Nos exemplos dados para o ESQUEMA 1, o autor se propôs a defender a tese de que  poluição é tudo aquilo que agride o meio ambiente, tendo no homem o seu principal agente causador.”  Durante todo o desenvolvimento é buscado argumentos que comprovem essa tese. Diante da comprovação de sua tese de que a poluição agride o ambiente, sendo o homem responsável por ela,e que, mesmo com campanhas e programas educativos o problema não é resolvido, o que fazer então? Esse deve ser o objetivo da conclusão: apresentar uma proposta de intervenção.  Importante, essa proposta de intervenção não pode ser algo absurdo que venha a ferir os direitos humanos.

Veja uma possível conclusão para o ESQUEMA 1:

   Dessa forma, sendo a poluição um problema que agride o meio ambiente, tendo no homem seu principal agente causador, e, uma vez que os programas de conscientização e educativos não funcionam, só resta ao estado criar mecanismos punitivos para quem conscientemente se torna um causador desse grande mal que põe em risco a sobrevivência do próprio homem na terra. 

VEJA MAIS
ATIVIDADES: LEITURA E INTERPRETAÇÃO
ANÁLISES LITERÁRIA

Reações:

5 comentários:

  1. Gostei da explicação sobre o texto dissertativo-argumentativo. Não tem quem não aprenda. A linguagem está bem acessível. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Boa!, baixei as últimas provas e estou treinando.

    ResponderExcluir

O blogger não publicará postagens anônimas de cunho ofensivo a pessoas físicas. E também não adianta querer detonar o SINTEPP.